EUA cobra grupo de hackers Chineses Por roubaram informações pessoais de quase 80 milhões de pessoas Em 2015

EUA cobra grupo de hackers Chineses Por roubaram informações pessoais de quase 80 milhões de pessoas Em 2015

Quatro anos após os hackers terem cometido uma das piores violações de dados da história, o Departamento de Justiça dos EUA acusou um “grupo sofisticado de hackers baseado na China” com os ataques. Uma acusação divulgada ontem acusa dois membros do grupo, Fuji Wang e outro listado como John Doe, com quatro acusações de conspiração e danos intencionais. De acordo com a acusação, Wang e Doe supostamente invadiram e roubaram dados de redes de computadores em quatro setores de negócios distintos. O hit de maior repercussão foi a violação de 2015 da Anthem, em que os promotores dizem que os hackers roubaram informações pessoais de quase 80 milhões de pessoas.

Quando ocorreu o ataque do Hino, a empresa foi rápida em detectar e alertar o FBI. Esse foi um fator-chave para determinar quem era responsável e “deveria servir de exemplo para outras organizações que poderiam se encontrar em uma situação semelhante”, disse o agente especial responsável por Grant Mendenhall. O Departamento de Justiça diz que vai processar agressivamente os perpetradores de esquemas de hacking como esses. No entanto, as acusações nesta acusação são apenas alegações, e Wang e Doe são considerados inocentes até que se prove o Contrário.

Via Engadget

Ancell Tech

Ancell Tech

Tudo em Um Só Clique! Estamos Em Processo de Edição aos Poucos Chegaram mais novidades Aguardem!